43

Fundação José Saramago - Casa dos Bicos

Francisco de Arruda, 1523

Manuel Vicente e José Daniel Santa-Rita, 1981 / João Santa-Rita, 2011

Fundação José Saramago

Visitas Livres

Visita ao espaço sem acompanhamento, dentro do horário estipulado.

Visitas Acompanhadas

Visita ao espaço orientada pela equipa de voluntários Open House.

Visitas Comentadas

Visita ao espaço comentada pelo autor do projecto de arquitectura ou por um especialista convidado.

João Santa-Rita às 12h30 e por Sérgio Machado Letria às 14h30 e 16h30

Visitas de Acessibilidade

Visitas com uma mediação adequada para um dos seguintes públicos: pessoas cegas e com baixa visão, pessoas surdas ou pessoas com deficiência intelectual.

Visita das 10h00 para pessoas com deficiência intelectual, máx 15 pessoas. Visita das 15h30 para pessoas cegas e com baixa visão, máx 5 pessoas

Open House Júnior

Descobrir Saramago →

Máximo 20 pessoas por visita

Visitas sem marcação; por ordem de chegada

Acesso total a pessoas com mobilidade reduzida

Permitido fotografar

Descrição

Mandada construir por Brás de Albuquerque, filho do primeiro Vice-Rei da Índia, entre 1521 e 1523, este edifício é conhecido pela fachada singular revestida por uma malha de “pontas de diamante”, designadas de forma comum por “bicos”, inspirada em modelos renascentistas italianos. O terramoto de 1755 deixou a casa bastante degradada, mais tarde depois de uma reconstrução parcial, começou a albergar um comerciante de bacalhau, ligação que perdurou até ao século XX. Em 1983, por ocasião da XVII Exposição Europeia de Artes, Ciência e Cultura, o projecto de Daniel Santa-Rita recupera a volumetria global e propõe, a partir de documentação histórica, um ensaio sobre a memória daquilo que havia desaparecido. Sujeita a obras de recuperação entre 2008 e 2012, alberga hoje a sede da Fundação José Saramago e o núcleo arqueológico da Casa dos Bicos.

www.josesaramago.org/

Localização

Rua dos Bacalhoeiros, 10

Direções: Google Maps / Apple Maps

Transportes Públicos

Autocarro: 711, 714, 728, 735, 736, 759, 760, 774, 781

Metro: Terreiro do Paço (Linha Azul)